SériesThe Last of Us

Beijo da Morte, o que houve em The Last Us of no episódio 2?

Apesar de todo sucesso e do belo trabalho realizado em The Last of Us, nem tudo é flores! Algumas alterações como o polêmico beijo da morte por exemplo, incomodaram bastante os fãs do jogo!

Como ganhar R$ 500 em 7 dias

Vamos começar do início. No jogo as pessoas são infectadas de duas formas: pela mordida de um infectado ou pelos esporos do próprio fungo. Acontece que na série os esporos foram substituídos por gavinhas. Pelo menos por enquanto!

Isso porque Craig Mazin, diretor da série, contou na EW que o uso dos esporos não estão descartados ainda!

Parte do problema com os esporos é que você os encontra pouco no jogo, embora não tanto quanto as pessoas pensam, e se houvesse muitos esporos, e eles fossem transportados pelo ar, essa infecção se espalharia ainda mais rápido. É difícil imaginar como alguém escapa disso, e as pessoas provavelmente estariam usando máscaras o tempo todo. No jogo, no segundo, em que você deixa um espaço para os esporos, você pensa, ‘Uau, uau, uau! Fique a uma milha de distância disso.’” Revelou Mazin.

Ele ainda disse que “se você quer ver esporos, assista à série.

E o que foi aquele beijo da morte?

Alerta de Spoilers

Beijo da Morte, o que houve em The Last Us of no episódio 2?
Tess revela que foi infectada

Num determinado momento do episódio 2, Tess, Joel e Elli se encontram dentro de um hotel abandonado. Tess mostra a mordida de um infectado e pede para que Joel e Ellie corram para que ela resolva a parada. Enquanto a dupla corre, ela fica para botar fogo nas dezenas de infectados. Um deles se aproxima de Tess, abre a boca, algumas gavinhas saem e ele a beija.

Foi uma cena um tanto estranha, já que ela meio que deixa ele a beijar enquanto ela explode o lugar todo! O problema é que este beijo da morte também não faz parte do jogo.. Nem preciso dizer que a galera se incomodou né?

É uma cena muito bizarra pra falar a verdade, mesmo porque a gente está acostumado a ver zumbis violentos em outras produções do gênero. No entanto, os criadores Craig Mazin e Neil Druckmann explicara para a EW que a cena foi pensada!

Zumbis X Infectados

Beijo da Morte, o que houve em The Last Us of no episódio 2?
4 tipos de infectados

De acordo com os brothers, esse foi o jeito de apresentar ao público que os infectados não são violentos quanto os zumbis. Ainda disseram que o ataque acontece apenas se a vítima resistir.

De acordo com esta entrevista, fica claro pra gente que não é a mordida que causa a infecção. Mas sim, através das gavinhas que saem da boca dos infectados. Foi por isso que o tal infectado deu o beijo da morte nela.

Druckmann, que também escreve o roteiro do game, ainda conta que:

Os infectados não precisam ficar violentos, a menos que você esteja lutando contra eles, para evitar que eles espalhem a infecção ainda mais. A cena se realiza de maneira linda, mas ao mesmo tempo horrível, com Anna (Torv, interprete de Tess).

A série ainda apresenta para todos nós a diferença clara entre os infectados dos clássicos zumbis. Mesmo porque, a gente viu como eles se comportam através de uma consciência coletiva. Inclusive, fazem isto também através das gavinhas!

Joel e Ellie estarão sozinhos nos próximos episódios

Neil ainda faz uma observação sobre esta diferença:

Craig inteligentemente disse: ‘O que podemos fazer para diferenciar ainda mais nossos infectados dos zumbis?’ É mais do que apenas uma mordida. Há algo mais acontecendo. Eu gostaria que tivéssemos esse momento imediatamente, mas fizemos um brainstorming de tantas coisas diferentes que eles poderiam estar fazendo. Alguns delas eram bastante estranhas.

A série The Last of Us passa todos os domingos às 23h na HBO Max e terá 9 episódios na primeira temporada.

Observação ética

É importante notar que alguns dos links aqui presentes são links afiliados. O que significa que, ao clicar neles e fazer uma compra, nós podemos receber uma pequena comissão. Mas é importante ressaltar que isso não afeta o preço final do produto para você como consumidor. Pois, o uso de links afiliados é uma prática comum em muitos sites e blogs. Sendo assim, nos esforçamos para manter a transparência e integridade em todas as recomendações que fazemos.

Creative Commons

Vídeo novo no canal


Kleber Konkah

Anderson trabalha como Designer Gráfico há 21 anos e como produtor de conteúdo há 14 anos. Pai de 3 filhas, nerd de carteirinha, assiste filmes, desenhos e séries todos os dias e ama o que faz!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo