in

UAUUAU

Análise do 2º episódio de Falcão e o Soldado Invernal

Já gravei a análise do 3º episódio hein

Tempo de leitura: 10 minutos

Neste vídeo eu faço a minha análise do 2º episódio, e o que a gente pode esperar para os próximos e para o futuro do UCM.

Depois do grande sucesso de WandaVision, chegou a vez de Falcão e o Soldado Invernal trazer mais novidades nesta fase 4 do Universo Cinematográfico da Marvel. O segundo episódio da primeira temporada da série saiu nesta sexta-feira, e está disponível na Disney Plus.

Eu sou suspeito de falar porque sou super fã da Marvel e também da Disney, é claro! Mas eu preciso ser sincero com vocês: apesar desta nova série da Marvel estar no começo, ela ainda promete muitas surpresas nos próximos episódios! Então continue comigo, pois neste vídeo eu vou fazer a minha análise, vamos falar das revelações neste capítulo e o que a gente pode esperar para os próximos e para o futuro do UCM. Chega mais!

Apresentação

Olá pessoal, Anderson di Aguiar aqui com vocês pela primeira vez para falar de tudo um pouco sobre o universo infinito da cultura pop aqui neste lindo canal Frango Nerd.

Então já se inscreve no canal, ativa o sininho pra você receber todos os vídeos e ficar por dentro do que acontece nos filmes, séries, as minhas análises e muitas dicas do que rola na TV, nos cinemas e no streaming, ok?! Ah, e comente aí embaixo pra fortalecer a comunidade e ajudar este humilde canal crescer. Bora crescer juntos?

Meus queridos amigos, como eu estou curtindo esta série do Falcão e o Soldado Invernal. Mas na boa? Estou satisfeito de verdade com o enredo e como a Marvel está conectando tudo e todos neste novo arco.

Mas atenção porque daqui pra frente tem muito spoiler nesta análise do 2º episódio. Então, se você não gosta de spoilers, dá uma pausa, assiste os dois primeiros episódios e volta pra gente trocar uma ideia. Mas se você curte spoiler, bora que tem assunto!

Vamos começar a análise do 2º episódio

Uma coisa boa que pra mim foi melhor que WandaVision de cara foi o tempo de cada episódio: 50 minutos, quase uma hora hein?! Parabéns Marvel, eu ficava bolado demais com os episódios curtos de WandaVision. Ainda assim eu gostei demais!

Acho que você reparou que o primeiro episódio Nova Ordem Mundial teve mais ação que o segundo. Também faz todo sentido, pois o próprio título já canta a bola de como será o andar da carruagem! O episódio O Herói Americano apresentou aí seus momentos de ação, com cenas boas de luta corpo a corpo, os conflitos pessoais de Sam e Buck, mostrou também um pouco do “novo Capitão América” que ninguém consegue engolir, muito menos eu. Mostrou também um pouco mais sobre os Apátridas, revelou novos personagens e bem no final numa cena bem rápida, o barão Zemo dentro de uma prisão!

Mas uma das cenas que mais me chamou a atenção foi a apresentação de Isaiah Bradley e do seu neto Elijah Bradley. E sinceramente, acredito que a introdução deste personagem seja uma das mais importantes da série. Mesmo porque todo contexto construído em torno do roteiro está direcionado para os Apátridas e seus membros super fortes!

Mas antes de falarmos sobre esta facção, vamos focar aqui no Isaiah para entender a proposta da Marvel e para entendermos também como cada personagem se encaixa neste contexto.

Antes da dupla chegar no Isaiah, muita coisa acontece. Ainda bem que temos 50 minutos, então muita explicação foi dada neste episódio.

Sam, Buck e os Apátridas

Enfim nós conhecemos quem é o novo Capitão América apresentado no fim do primeiro capítulo. Nada mais, nada menos que John Walker, o Agente Americano que apareceu pela primeira vez na revista Capitão América #323 de 1986.

Análise do 2º episódio de Falcão e o Soldado Invernal

E olha só galera, tá na cara que ninguém está de boa com John e o seu parceiro Lemar Hoskins, o Estrela Negra. Mas também pudera né, Sam tinha tudo pra fazer a coisa acontecer aceitando o escudo do Steve. Mas daí ele fica fazendo doce e mimimi, tipo o cara tem problemas familiares, negócios da família… mas me parece que ele usa tudo como desculpa pra não assumir a responsa! Sei lá, talvez a gente entenda mais pra frente.

Mas o fato é que Buck sendo o melhor amigo de Steve, não consegue aceitar porque Sam se recusa tanto em levar adiante. E a gente vê isso na maior parte do tempo, ele enchendo o saco de Sam com esse drama. Então fica claro pra nós o porque de Buck ficar grudado no Sam o tempo todo!

Uma relação complicada

Vocês se lembram daquele trailer onde aparecia os dois discutindo e na mesa da psicóloga? Pois então, a gente pensava que os dois foram designados para trabalhar juntos. Quando na verdade é o contrário, mesmo porque Sam e Buck ainda não se dão bem com o governo.

Mas voltando para o contexto que falei agora há pouco, os dois vão para uma missão não oficial, para justamente entender o que os Apátridas estão tramando!

Numa cena muito parecida com Capitão América e Homem de Ferro, os dois saltam do avião para investigar a facção! Eles descobrem então que estão realizando um carregamento e decidem perseguir o bando!

Análise do 2º episódio de Falcão e o Soldado Invernal

É neste momento que surge a líder dos Apátridas, a vilã Karli Morgenthau interpretada pela atriz Erin Kellyman. E é muito legal esta sacada da Marvel colocando um “i” no Karl né. Mesmo porque nos quadrinhos o Apátrida é Karl Morgenthau que estreou nos quadrinhos em 1985.

Segundas intenções de John Walker?

Então, está bem definido para nós o que a Marvel está fazendo aqui no UCM, trocando papéis e quebrando convenções. Ou seja, acho louvável este lance de um herói ou vilão ser um homem ou mulher, branco ou negro… estamos entendo o recado Marvel. Muito bom mesmo!

Aliás este problema do racismo está sendo explorado de um modo muito inteligente, e quando a Marvel traz isto pro UCM ela traz junto a mensagem que todos somos iguais. No entanto, este ainda é um problema que precisa ser resolvido certo?!

Mas porque raios o capitão besta cai do céu pra lutar junto com Sam e Buck? Será que ele tem algum interesse pessoal nisso? Já que ele e o seu “Buck” ainda não têm poderes. Então, me pareceu estranho ele chegar do nada ali. Mas o fato é que ele sabe usar o escudo com muita habilidade e isso a gente tem que aceitar.

Análise do 2º episódio de Falcão e o Soldado Invernal

Minha pergunta é, será que ele foi treinado pelo Treinador? Falo isso porque nos quadrinhos isso aconteceu, mesmo porque o Treinador conhecia todos os movimentos do Capitão América. Então, vamos esperar pra ver! Mas faz sentido!

Quem fica com o escudo?

Mano, mas que luta hein… e por ironia do destino os heróis perderam. Mas ainda não perderam a guerra né?!

O capitão fake e seu miguxinho ali ficam tentando se aproximar de Sam e Buck… tá na cara que isto vai dar merda! O cara tem uma cara lisa que só, e a dupla rapa fora dali.

Buck ainda inconformado sugere a Sam pra roubarem o escudo novamente, mas Sam revela que não quer problemas com o governo de novo. Vocês estão ligados que isso aconteceu lá em Capitão América Guerra Civil, quando foram ajudados pela Sharon Carter e o governo a declarou como inimiga de estado. Aliás, ela vai aparecer nos próximos episódios também! Será que Sam vai reconsiderar esta hipótese?

Preocupado com os super soldados, Buck leva Sam para conhecer alguém. E agora eu volto para Isaiah e é neste momento que as pontas vão se amarrando! Pois na verdade, este elemento surpresa era tão surpresa que nem mesmo Steve Rogers sabia!

Análise do 2º episódio – Capitão América Negro!

E o mais interessante, é a Marvel traz à tona um segredo que muda tudo nesta nova fase. O Isaiah na verdade foi o primeiro Capitão América. O problema é que por ser negro, ele foi usado para combater nas guerras, mas sem o conhecimento da sociedade. No entanto, Steve foi o Capitão que vendia né? Aparecia nas propagandas, na mídia e tal.

Mas a verdade nos bastidores era bem diferente. Na verdade, o Capitão América Negro foi apresentado na HQ Truth: Red, White & Black o que explica este paradoxo injusto e racista. Ou seja, se traduzido no pé da letra seria, Verdade: Vermelho, Branco e Preto. Nem preciso dizer que é a verdade por trás de tudo, o sangue derramado e as diferenças entre brancos e negros!

Análise do 2º episódio de Falcão e o Soldado Invernal

Mesmo porque Isaiah era um dos 300 homens negros que o governo usou como cobaia para recriar o soro do Super Soldado. Fica claro aqui pra nós um paradigma não justificável, certo?

Além disso, Isaiah foi o único além de Steve que sobreviveu ao soro. Ele foi pra Guerra, foi feito refém do inimigo, depois foi resgatado e ainda ficou preso pelo próprio governo americano por 30 anos. Olha quanta injustiça com o homem aí! E ainda assim, depois de tudo que passou, não foi reconhecido com um herói americano!

Isaiah, um super soldado esquecido

Isaiah, um super soldado esquecido

E a gente nota o desconforto de todos ali naquela casa, a presença de Buck desperta as lembranças ruins e todo sofrimento que Isaiah passou no passado. Mas, pelo menos a gente descobriu quem foi que arrancou o braço de Buck. E fala sério, o velho ainda é forte… viram só como ele jogou a latinha na parede! Séé loco cara!

Eu acredito então que veremos mais deste personagem, só não sabemos como ainda… mas vamos descobrir. Sem falar que seu neto, foi um dos integrantes dos Jovens Vingadores nos quadrinhos. Então pode ser uma pista da Marvel para uma nova série ou filme! Será?

Jovens Vingadores nos quadrinhos

Isaiah então pede que saiam, e lá fora os guardas param a dupla no meio da rua. Um deles no entanto, aborda discriminando Sam. Achando que por ele ser negro, estaria agredindo o branco Buck. Já que os dois discutiam em voz alta na rua!

Buck fica meio sem graça ali e defende o amigo, no entanto o policial leva Buck preso por ele ter faltado a terapia.

Neste momento, o humor entra na jogada e descobrimos que os dois precisam sentar pela última vez com a psicóloga. Isso porque o falsiano américa apareceu na delegacia pra soltar Buck na tentativa de mais uma vez se aproximar dos dois!

Mas é claro que eles recusam né? A gente sabe que Falcão e Buck não seguem todas as regras do governo. Mas tenho certeza que John e Lemar também não, eles estão interessados em algo mais. Já que diante da recusa, o capitão queixo ameaça a dupla para não cruzarem seu caminho novamente!

A análise do 2º episódio finaliza com Barão Zemo na área

Os dois caminham pela rua trocando uma ideia, tentando achar uma saída para descobrir mais detalhes sobre os super soldados da Apátrida. E perto do final, Buck sugere que eles façam uma visita a Zemo, pois como todos sabemos, este é o grande vilão que já foi capaz de destruir super soldados, lembra? Mas vamos deixar isso pra outro vídeo beleza? O importante é darmos a devida importância a Zemo, mesmo porque o trailer lá atrás mostrava ele segurando sua famosa máscara roxa! Que venha os próximos capítulos!

Isaiah, um super soldado esquecido

Será que este novo soro é resultado dos experimentos realizados em Isaiah no passado? É uma pergunta boa que poderá ser respondida em breve! Mas você pode comentar aqui embaixo dizendo o que você acha. Diga aí o que você achou do episódio e dos novos personagens. Me diga o que achou da minha análise do 2º episódio. Pode ter certeza que vou ler todos e responder a cada um de vocês!

Então é isso galera, obrigado pela audiência, se inscreve agora e ativa este sino maravilhoso que eu vou estar de olho em mais novidades pra vocês, ok? Então ativa tudo aí pra não perder nada beleza?

Valeu mesmo gente, aquele abraço e até o próximo vídeo!


Opa, assista também meu vídeo


Merece 1 ponto seu?

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0
5 personagens marcantes do cinema que sentimos saudades

5 personagens marcantes do cinema que sentimos saudades

Episódio 3 de Falcão e o Soldado Invernal - O Mercador do Poder

Episódio 3 de Falcão e o Soldado Invernal – O Mercador do Poder